TV GC

Afinal, qual é a diferença entre o lado direito e o esquerdo do cérebro?

Neurociência - 15/01/2016 17:40
Que atire o primeiro livro de neurociência quem nunca se pegou fazendo testes para tentar descobrir se é dominado pelo lado esquerdo ou pelo direito do cérebro. Em teoria, pessoas comandadas mais fortemente pelo lado esquerdo são boas com números e raciocínio lógico – a galera de Exatas, digamos –, enquanto as que recebem mais comandos do lado direito são as mais criativas – alô, povo de Humanas!

Essa divisão de padrões comportamentais tem a ver com a própria divisão anatômica do cérebro, que é separado em dois hemisférios, sendo que cada um deles é responsável pela execução de determinadas tarefas. As atividades realizadas por esses dois lados são, obviamente, interdependentes, já que estamos falando de dois lados de um mesmo órgão, e não de dois órgãos vizinhos. Quem faz a ligação entre um hemisfério e outro é uma estrutura chamada corpo caloso.

Com relação aos músculos do corpo, vale manter a regra do contra: o hemisfério direito controla os movimentos do nosso lado esquerdo e o hemisfério esquerdo, do lado direito. É o mesmo que dizer que, quando você levanta seu braço esquerdo, é o lado direito do seu cérebro que está enviando os comandos para que você faça isso. Levando a mesma lógica em consideração, fica fácil entender por que uma lesão cerebral no hemisfério direito, por exemplo, compromete o funcionamento de alguma região do lado esquerdo de uma pessoa.

Geralmente, questões envolvendo linguagem, como processar o que ouvimos e falamos; lógica e a realização de cálculos matemáticos exatos são tarefas processadas pelo nosso hemisfério esquerdo, responsável também pela nossa memória.

O hemisfério direito é responsável por nossas habilidades espaciais, pelo reconhecimento fácil e pelo processamento musical. No quesito matemático, só mesmo o básico, principalmente as estimativas e comparações. É esse hemisfério que nos ajuda a compreender imagens e enxergar sentido no que vemos. Com relação à linguagem, é ele também que nos auxilia a interpretar tons de voz e contextos.

Como você pode reparar, quesitos como linguagem e habilidades matemáticas são processados pelos dois hemisférios, mas de maneiras diferentes, então é realmente algo muito complexo estipular se uma pessoa é mais comandada pelo lado direito ou pelo lado esquerdo do cérebro.

Essa divisão de tarefas, que faz com que os dois hemisférios trabalhem em prol das mesmas habilidades, é uma forma de nosso cérebro funcionar com mais eficiência. Como explicou o professor Stephen Wilson, da University College London, “a assimetria do cérebro é essencial para um bom funcionamento do cérebro”.

Ele afirma, ainda, que esse mecanismo permite que os dois lados do cérebro se tornem experts nas funções que realizam, o que melhora o nosso desempenho e evita situações de conflito entre os dois hemisférios. Nesse caso, quando alguém perguntar qual lado do cérebro é mais dominante em você, não tenha medo de dizer: os dois!
Fonte: Mega Curioso

Mais notícias