TV GC

Morre, aos 82 anos, o último homem a pisar na Lua

Eugene Cernan foi o comandante da Apollo 17, a última missão tripulada dos EUA para a Lua

23/01/2017 09:24

O astronauta americano, Eugene Cernan, ficou conhecido como o “último homem na Lua”. Em 1972, ele foi o comandante da Apollo 17, a última missão tripulada dos EUA para o satélite da Terra.

Sua morte foi confirmada em uma nota divulgada pela Nasa, que informou que Cernan estava com a família nos seus momentos finais. “Estamos tristes com a perda do astronauta aposentado Eugene Cernan, o último homem a andar na Lua”, diz o comunicado da agência espacial. “Ele deixou sua marca na história da exploração após voar três vezes ao espaço, sendo duas para a Lua”.

Carreira no espaço

No total, segundo a Nasa, Gene (como era chamado) completou 566 horas e 15 minutos no espaço – destas, 73 horas foram gastas na superfície lunar. Ele foi escolhido pela instituição em 1963 e, três anos depois, faria seu primeiro vôo na Gemini 9A – uma missão de três dias na órbita terrestre. 

Em 1969, Cernan embarcou em mais uma aventura: a Apollo 10. Ao lado de John Young e Thomas Stafford, ele  fez testes gerais no ponto onde a próxima tripulação, a do Apollo 11, desembarcaria na Lua. “Eu sempre digo a Neil Armstrong que nós pintamos uma linha branca no céu para que ele não se perdesse”, disse Cernan na época. “Ficou fácil para ele”. Armstrong foi o primeiro homem a pisar na Lua, em 21 de julho do mesmo ano. 

A vez de Gene chegaria em 1972, como comandante da Apollo 17. A missão de reconhecimento trouxe amostras lunares que são analisadas até hoje. Ao todo, 12 astronautas caminharam pela Lua. E Eugene foi o último a realizar tal façanha.

Vida pessoal

Nascido em Chicago, Illinois, em 14 de março de 1934, Eugene era casado e tinha três filhas e um neto. Entre seus principais hobbies: caça e pesca.

O astronauta era bacharel em Engenharia Elétrica pela Purdue University e  mestre em Engenharia Aeronáutica pela U.S. Naval Postgraduate School. Também recebeu o título honorário de doutor em direito pela Faculdade de Direito da Universidade Estadual Ocidental, em 1969, e título honorário de doutor em engenharia pela Purdue University, em 1970.

 

Fonte: Superinterssante

Mais notícias