TV GC

Jardim vence nos pênaltis e está nas semifinais do Municipal

Apesar da derrota por 4 a 1 no tempo normal, equipe do Bairro Jardim Peperi venceu a Portuguesa nas penalidades por 4 a 1. Partida foi marcada por manifestações de apoio ao atleta Chapo, que esteve em campo mesmo após perder o pai na sexta-feira, vítima de um acidente de trânsito

São Miguel do Oeste - 12/11/2017 21:03 (atualizado em 13/11/2017 15:54)
Carregando Vídeo

São Miguel do Oeste



Em um jogo marcado por muita emoção, o Jardim Peperi conquistou a classificação às semifinais do Municipal de São Miguel do Oeste, em partida realizada neste domingo, dia 12, em Linha Campo Salles, com mando de campo da Portuguesa. Após ter vencido na ida por 2 a 1, o Jardim precisava apenas de um empate para ficar com a vaga. Porém, em um primeiro tempo desastroso dos visitantes, a Portuguesa deitou e rolou ao fazer 4 a 0.

Apesar do Jardim ter a iniciativa do jogo e ter acertado bola na trave, a Portuguesa era mortal nos contragolpes. Bruninho abriu o placar em chute colocado da linha da grande área. Pouco depois, Danrlei Boff recebeu na área, cortou a marcação e bateu no canto direito de Chocolate, para fazer 2 a 0. Na sequência, Mateus Ceconi se livrou da marcação dentro da área e finalizou para fazer o terceiro. Após bola atravessada, Danrlei apareceu no segundo pau para marcar o quarto.

No segundo tempo o Jardim melhorou. Em jogada pela esquerda, Chapo serviu Roni, que pegou firme, de primeira, sem chances para o goleiro Nei Rech, 4 a 2. Mas a reação do Jardim parou por aí. Como não há saldo de gols, a vaga foi definida nos pênaltis, onde o Jardim Peperi demostrou mais eficiência. Marcou quatro vezes o goleiro Chocolate defendeu duas cobranças, classificando a equipe para as semifinais, onde terá pela frente o Atlético de Linha Dois Irmãos. A outra semifinal é entre Inter e Grêmio Guamerim, que empatou com o Pérola e garantiu vaga entre os quatro.

Homenagens



O jogo foi marcado por manifestações de apoio ao atleta do Jardim Peperi, Douglas Marcolin, o Chapo, que esteve em campo após perder o pai, Cosme Marcolin, em um acidente de transito na sexta-feira, dia 10. A Portuguesa, equipe adversária, entrou em campo com uma faixa de apoio com os dizeres “Força Chapo, somos dois times, mas uma só família. A Portuguesa está contigo”. Um minuto de silêncio com as equipes perfiladas no centro do gramado também foi realizado, além de uma foto conjunta das equipes e arbitragem. Apesar de não marcar gols no jogo, Chapo converteu sua cobrança nas penalidades e homenageou o pai.


Fonte: Portal GC

Mais notícias