TV GC

Estudantes de Psicologia apresentam projetos sociais

Segundo a coordenadora do curso, professora Lisandra Antunes de Oliveira, os estudantes elaboraram projetos voltados à saúde do agricultor, à área hospitalar, aos idosos, população de rua, juventude, assédio moral, câncer, reciclagem, entre outros.

Unoesc - 20/11/2017 11:16

Unoesc


Os acadêmicos de Psicologia da Unoesc São Miguel do Oeste estão apresentando, até o dia 7 de dezembro, para a comunidade, os projetos sociais elaborados na disciplina de Técnicas de Avaliação e Intervenção Psicossocial. Segundo a coordenadora do curso, professora Lisandra Antunes de Oliveira, os estudantes elaboraram projetos voltados à saúde do agricultor, à área hospitalar, aos idosos, população de rua, juventude, assédio moral, câncer, reciclagem, entre outros. 

Durante o desenvolvimento dos trabalhos, os alunos identificam necessidades dos locais onde estão inseridos. "Além disso, eles contribuem com a comunidade; trabalham a prevenção de doenças e na promoção da saúde e mostram o trabalho da Psicologia. Muitos dos projetos estão sendo levados a diante nos estágios ou na vida profissional dos estudantes", acrescenta Lisandra.  

Em Pinhalzinho, todos os trabalhos já foram apresentados à comunidade. Os alunos desenvolveram diversos trabalhos tais como: implantação da APAE; saúde na agricultura familiar; implantação de grupo psicoterapêutico com pacientes renais, com mulheres vítimas de violência, com pais e cuidadores de crianças autistas; oficinas de conscientização sobre automedicação, entre outros. 

Segundo o coordenador do curso, professor Álvaro Cielo Mahl, a atividade contribui significativamente para a formação profissional dos futuros psicólogos. "É importante que o acadêmico aprenda a identificar as demandas da sua região, treinando o olhar e a observação atenta às necessidades locais e, a partir delas, pensar estratégias, planos e projetos para atendê-las. Além disso, é uma forma de unir a teoria com a prática, contribuindo com o desenvolvimento regional, tendo em vista que muitos dos projetos idealizados já foram implantados", avalia o professor. 

A acadêmica Jaqueline Fabbi desenvolveu um projeto para implementação de um plantão psicológico na Unidade Básica de Saúde (UBS) do município de Barra Bonita. O objetivo do plantão é atender emergências e oferecer acolhimento a pacientes que vão consultar e descobrem que terão que passar por um procedimento, além de dar suporte aos seus familiares.  Jaqueline observa que esse serviço diminuiria o uso de medicamentos e consultas médicas. "A atividade é uma oportunidade para encontrar soluções diferenciadas para demandas da nossa região, beneficiando a comunidade", avalia a estudante. 


Mais notícias