TV GC

Vinhos da Australia

Mondovinno - 13/04/2018 09:44 (atualizado em 13/04/2018 09:45)


Produzido em quase todas as regiões frescas e chuvosas  e também naquelas muito secas em que as vinhas precisam de irrigação, esta enorme ilha do Pacifíco leva a produção de vinho muito a sério. Conta a história que os  primeiros habitantes chegaram ao continente entre 40.000 e 70.000 anos atrás, vindos pelo mar do Sudeste Asiático,  descendentes dos primeiros humanos modernos a migrar da África.Em 1770, o tenente britânico James Cook mapeou toda a Australia, para a Grã-Bretanha. O país recebeu a primeira leva de imigrantes britânicos em 1778, para instalar ali uma grande prisão, e por 100 anos foi uma colônia penal inglesa. 

As primeiras produções de vinho no continente datam de 1850, sempre orientadas pelo paladar britânico. Isso explica as castas francesas tradicionais implantadas  e também o sucesso dos vinhos australianos na Inglaterra, mercado dos mais exigentes em qualidade. No final de 1999, a revista norte-americana Wine Spectator publicou uma magnifica  matéria chamada da "Os vinhos do séculos”. Foram escolhidos pelos editores 12 vinhos para representarem o que o século XX teve de melhor. Ao todo, foram selecionados 11 tintos, sendo 10 de mesa e um fortificado, e um branco, nesse caso, um doce. A França teve sete vinhos na lista, seguida dos Estados Unidos, com dois. Os três últimos países que receberam o laurel de ter um vinho entre os 12 melhores do século XX foram: Itália, Portugal (fortificado - Porto) e a Austrália.

Este fato demonstra a importância da Austrália no cenário vitivinícola mundial, já que outros reconhecidos países produtores de vinho, como a Espanha, por exemplo, ficaram de fora. O Penfolds Grange Hermitage 1955 foi o vinho australiano selecionado. Esse tinto foi produzido pelo enólogo mais importante da Austrália de todos os tempos, Max Schubert, uma verdadeira lenda. 

Schubert quis fazer uma bebida que se aproximasse de um grande vinho de Bordeaux, com força, presença e muita elegância. Esse vinho mudou a história da Austrália. Desde então, o Penfolds Grange se consolidou como o mais emblemático do país (mesmo perdendo um pouco de sua elegância nos últimos anos). De tão raro, o Brasil tem visto poucas vezes esse vinho disponível por aqui. De modo geral os vinhos australianos são difíceis de encontrar por aqui, exceto o conhecido Yellow Tail.


Mais notícias