TV GC

Relatório de Contas a Pagar/Receber

Gestão e Negócios - 20/07/2018 09:54


Setores como contas a pagar e contas a receber merecem atenção especial, exatamente por isso, o Relatório de contas a pagar figura entre na lista dos 10 relatórios fundamentais para sua empresa.

Toda e qualquer atividade exercida em uma empresa, seja para se manter, seja para produzir, gera alguma conta que deve ser paga. Exatamente por isso deve haver um controle e relatórios que viabilizem análises básicas para a saúde financeira da empresa.

Neste relatório devem estar claras as despesas fixas, ou seja, as que não variam de acordo com a produção (Ex. Aluguel, salários e encargos trabalhistas) e as despesas variáveis, aquelas que oscilam de acordo com a produção (Ex. Comissões, insumos, impostos, fretes).

Já no que se refere à construção deste relatório, indica-se que todas as contas sejam registradas contando com valor, data de vencimento, número de parcelas, data do pagamento, valor final (considerando possíveis juros) e o status do pagamento.

Na análise, é possível avaliar quantas contas foram pagas dentro do prazo, quais os valores gastos com multas, quantas contas ainda estão pendentes e assim, compará-las aos valores recebidos para realizar uma melhor gestão do fluxo de caixa.

Isso porque é a partir deste ponto que se torna possível planejar investimentos, controlar o fluxo de caixa, realizar contratações, pagamentos e muito mais.

Em geral, no relatório de contas a receber encontram-se datas e valores a serem recebidos, possíveis descontos oferecidos, cobrança de juros, quais os clientes que são bons pagadores, qual o número de contatos com cada cliente até o pagamento e assim por diante.

Já quanto a análise realizada a partir deste relatório, podemos citar a possibilidade de melhorias nos processos de cobrança e formas de pagamento que diminuam a incidência de inadimplentes.

Em linhas gerais o importante é vender o suficiente para sustentar a empresa e gerar lucro. Embora o Relatório de Vendas deva respeitar algumas peculiaridades do produto e do modelo de negócio, ele possui alguns itens praticamente universais como a quantidade de vendas, o ticket médio, o tempo que o cliente leva do primeiro contato até a compra e assim por diante.

Esses modelos básicos de relatórios possibilitam aos gestores acompanhar o desempenho dos seus vendedores, perceber algum padrão de comportamento dos clientes (como por exemplo o horário que preferem comprar e por quais meios, como telefone, e-commerce ou pessoalmente). Além disso, é possível validar o processo de vendas.


Mais notícias