TV GC

Ex-jogador do Corinthians é preso em Rio Negrinho, Norte de SC

Aposentado, Edilson participava de eventos como o futevolêi das estrelas, no qual foi fotografado em Jurerê, em 2016

Rio Negrinho - 05/08/2018 08:53


Foto: Betina Humeres / Agencia RBS


O ex-jogador do Corinthians Edilson Capetinha foi detido na tarde desse sábado, 4 de agosto, logo depois de chegar em Rio Negrinho, no Planalto Norte de Santa Catarina. O mandado de prisão foi expedido em São Paulo por não pagamento de pensão alimentícia e a Polícia Civil de Rio Negrinho fez o cumprimento do mandado. A prisão ocorreu por volta das 13 horas, em uma pousada da cidade. 


Edilson iria participar de um evento com torcedores corintianos em Rio Negrinho.  O ex-jogador foi levado para o presídio regional de Mafra e está à disposição da justiça. Ele deve ser transferido para São Paulo. 


Esta não é a primeira vez que ele é preso por não pagar pensão. Ele já foi detido pelo menos outras três vezes — a última, em agosto do ano passado. Na época, o jornal baiano Correio publicou uma reportagem em que citava que, além das dívidas em pensão, que na época eram de R$ 8,8 mil para um filho, ele também acumulava um débito milionário em dívidas trabalhistas. 


Edílson começou a carreira em 1987 e chegou ao Palmeiras em 1993. No ano seguinte passou para o Benfica e retornou para o alviverde em 1995. Depois de uma passagem por um time do Japão,voltou ao Brasil em 1997 para jogar no Corinthians, onde ficou por três anos. Depois, passou pelo Flamengo, pelo Cruzeiro, retornou ao Japão, voltou ao Flamengo, jogou no Al Ain dos Emirados Árabes, no São Caetano, no Vasco, no Vitória, no Bahia e no Taboão da Serra. Ele estava no elenco da seleção brasileira, quando o Brasil conquistou o pentacampeonato. 

Fonte: A Notícia

Mais notícias