TV GC

Miolo História, tradição, qualidade!

Mondovinno - 14/09/2018 08:53


Esse é o lema da Vinícola Miolo, que há 20 anos era apenas uma pequena cantina da Serra  Gaúcha onde os visitantes poderiam encontrar a  Nonna etiquetando, cheia de orgulho,  as poucas garrafas produzidas pela família.  Giuseppe Miolo chegou ao Brasil em 1897, e de lá para cá a família permaneceu firme no vinho.

Nas últimas três décadas o negócio mudou muito de proporção.  Uma das fundadoras do projeto Wines of Brasil, a Miolo Wine Group é a maior exportadora de vinhos do Brasil e a mais reconhecida no mercado internacional. A produção dentre as 4 vinícolas do grupo soma, em média, 10 milhões de litros por ano numa área cultivada de vinhedos próprios com aproximadamente 1.000 hectares.

A Vínicola Almadén, localizada em santana do Livramento, na Campanha Central, conta com 450 hectares de vinhedos em produção. Fundada em 1973, pela Alamadén da Califórnia foi a primeira vinícola a acreditar nos bons vinhos da Campanha.

A Vinícola Seival, localizada em Candiota, Campanha Meridional, conta com 200 hectares de uvas, e está no paralelo 31°, uma das mais promissoras áreas do planeta para produção de vinhos finos. Quinta do Seival e a Linha Miolo Reserva vem deste terroir privilegiado.

Matriz do grupo, a Vinícola Miolo, está  no consagrado Vale dos Vinhedos. São 100 hectares em produção divididos em cinco vinhedos especiais, Daqui saem os melhores espumantes e o grande vinho tinto, ícone da casa, Miolo Lote 43, além do não menos famoso Miolo Merlot Terroir, aclamado como o mais célebre representante da Merlot neste Vale. Miolo Cuvée Giuseppe, grande corte bordalês, também produzido aqui.

Localizada em Casa Nova, na Bahia, no Vale do São Francisco, a Vinícola Terranova produz os refrescantes  espumantes da conhecida Linha Terranova, vinhos de consumo jovem e muito suco de uva. São 200 hectares de vinhedos que permitem no mínimo duas safras ao ano, devido ao clima particular da região.

Vale a pena conhecer cada um desses terroirs, para conhecer um pouco mais do vinho brasileiro.


Mais notícias