TV GC

Comandante Moisés (PSL) é eleito governador de Santa Catarina

Candidato do Partido Social Liberal (PSL) confirmou o favoritismo das pesquisas e venceu com grande vantagem sobre o concorrente, Gelson Merisio (PSD)

SANTA CATARINA - 28/10/2018 18:57 (atualizado em 28/10/2018 22:01)

Com 80% das urnas apuradas, o candidato Comandante Moisés, do Partido Social Liberal (PSL), venceu matematicamente o segundo turno das eleições em Santa Catarina e será o novo governador do Estado para o mandato 2019-2022.

Ele obteve 71,9% dos votos válidos, contra 28,9% de Gelson Merisio, do Partido Social Democrático (PSD). Moisés havia passado para o segundo turno em segundo lugar, com votação menor que a de Merisio.


Confira o resultado parcial da votação:

Comandante Moisés (PSL) – 2.126.903 votos – 71,9% dos votos válidos

Gelson Merisio (PSD) – 865.110 votos 28,9% dos votos válidos

Brancos e nulos – 402.411 votos




Na Capital 

Em Florianópolis, Moisés fez mais do que o dobro dos votos do que o adversário. Terminou a votação com 162.127 votos (66,9%) contra 80.207 (33,1%) de Gelson Merisio.


Currículo

Carlos Moisés da Silva tem 51 anos e nasceu em Florianópolis no dia 17/08/1967. É bacharel e mestre em Direito pela Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul) onde foi professor de direito administrativo e constitucional. Atualmente é advogado e coronel de reserva do Corpo de Bombeiros. Concluiu o Curso de Formação de Oficiais da Academia da Polícia Militar de Santa Catarina em 1990. Atuou como Coordenador Regional de Defesa Civil no sul de SC, trabalhou como corregedor-adjunto do Corpo de Bombeiros Militar de SC junto ao Comando-Geral, e na Secretaria de Justiça e Cidadania. Obteve 1.071.406 votos no primeiro turno, que corresponde a 29,72% dos votos válidos. Esta foi a primeira eleição de Moisés, ele nunca havia sido escolhido para cargo eletivo antes.


As propostas


As informações foram retiradas do plano de governo de Carlos Moisés (PSL), que possui cinco páginas e está indexado na área do candidato no Divulga Cand Contas, portal do Tribunal Superior Eleitoral. É possível ler o plano de governo na íntegra AQUI. 


Saúde 

- Investir em saúde integral com foco em prevenção, diminuindo a morbidade, sofrimentos, tempo de espera e gastos com saúde pública 

- Garantir a funcionalidade na saúde pública das pequenas localidades 

- Viabilizar o pleno atendimento, funcionamento e resolubilidade nos hospitais de referência 

- Promover a valorização dos profissionais da saúde 

- Fomentar a fixação de médicos nos municípios


Educação 

- Reconhecer e valorizar o professor 

- Implementar a educação integral e incentivar o ensino técnico 

- Favorecer o desenvolvimento integral de pessoas com deficiência ou altas habilidades 

 Investir na melhoria da infraestrutura física e tecnológica das escolas 

- Garantir a boa convivência social nas escolas para a redução da violência 


Economia 

- Promover parcerias com instituições de ensino para o fomento do empreendedorismo 

- Fomentar a inovação dos segmentos da indústria catarinense


Gestão pública

- Instituir um programa de integridade a fim de instalar dispositivos anticorrupção nas estruturas de governo e exigir postura semelhante àqueles que, de fora do governo, se relacionem com o poder público catarinense 


Segurança 

- Aliar novos recursos tecnológicos potencializando a atividade de inteligência 

- Valorizar os agentes públicos de segurança e recompor efetivos

- Reestruturar o sistema prisional, fomentando parcerias público-privadas para a profissionalização do apenado, consolidando a custódia e a reinserção social 

- Integrar as forças policiais 

- Criar novos programas e fortalecer os programas de segurança voltados à participação das comunidades na prevenção à violência urbana e rural 

- Promover ações para reduzir o risco de desastres e minimizar os seus efeitos 


Ciência e tecnologia

- Criar incentivos fiscais visando a prestigiar produtos e serviços, aumentando o poder de competitividade do mercado catarinense 

- Atrair e viabilizar investimentos para Santa Catarina 


Assistência social


- Aprimorar todas as modalidades dos centros de atenção psicossocial  

- CAPS

- Promover a parceria com todos os setores da sociedade 

- Promover a integração e o aprimoramento de políticas de assistência social 

- Investir em capacitação, monitoramento e orientação 


Turismo, cultura e esporte

- Desenvolver iniciativas que ampliem a participação de grupos vulneráveis em atividades de turismo, cultura e esporte 

- Incentivar e fortalecer a cultura catarinense, esporte e turismo em todas as regiões do Estado 

- Fomentar o esporte como meio de prevenção, socialização e integração 

- Revitalizar espaços públicos de cultura, esporte e turismo

- Preservar o patrimônio histórico e cultural 


Agricultura e pesca

- Promover a capacitação no meio rural, visando à formação de jovens empreendedores para a sucessão na agricultura catarinense 

- Estimular a produção agropecuária e pesqueira com identificação geográfica, através de incentivos fiscais 

- Incentivar a diversificação produtiva e a qualificação no turismo rural, estimulando as potencialidades regionais 

- Incentivar a pesca artesanal em Santa Catarina 

- Incentivar o produtor artesanal e orgânico 


Infraestrutura, mobilidade e meio ambiente 

- Fomentar matrizes de transporte intermodais equilibradas 

- Fomentar a recuperação, manutenção e ampliação da malha rodoviária 

- Fomentar fontes alternativas de geração de energia elétrica, bem como promover melhoria da distribuição 

- Elaborar plano estadual de mobilidade urbana 

- Fomentar políticas para a redução de geração de resíduos 

- Monitorar a qualidade do ar para promoção de políticas ambientais 

- Fomentar a criação e revitalização de espaços públicos esportivos, culturais e de lazer 

- Fomentar o saneamento básico e abastecimento de água



Fonte: Redação

Mais notícias