TV GC

Polícia Civil conclui inquérito que investiga o assassinato do advogado Joacir Montagna

5 homens estão presos. A Polícia Civil abriu novo inquérito para investigar a motivação do crime

Guaraciaba - 09/11/2018 17:32 (atualizado em 09/11/2018 17:53)
Carregando Vídeo

A Polícia Civil concluiu o inquérito que investiga o assassinato do Advogado Joacir Montagna.  O crime ocorreu em Guaraciaba no dia 13 de agosto, no escritório da vítima. Na manhã desta sexta-feira a Polícia Civil realizou uma coletiva de imprensa para esclarecer detalhes da investigação chamada “Defesa da Ordem”.

5 pessoas estão presas preventivamente. Entre eles está o mandante do crime, de Xaxim, SC, ele tem 45 anos. Os 3 autores do crime também estão presos. Eles são irmãos e residiam em Chapecó há pouco tempo. O homem, de 23 anos, responsável pelo disparo é foragido do RS, ele tem passagem por homicídio e roubo. O quinto homem preso é acusado de integrar a associação criminosa, mas não há relação direta dele com o assassinato. O inquérito aponta que o crime foi contratado pelo valor de R$8.500.

De acordo com o depoimento do autor do disparo, o mandante teria encomendado o assassinato porque se sentiu prejudicado ao perder um suposto processo e ser condenado. A Polícia Civil, no entanto, declarou que não há elementos suficientes para comprovar a motivação do crime.

O Inquérito Policial foi concluído no dia 01 de novembro e remetido para o Poder Judiciário. Os indiciamentos são por homicídio doloso duplamente qualificado por motivo torpe, associação criminosa, porte ilegal de arma de fogo e adulteração da placa do veículo utilizado para a fuga. A polícia civil declarou que um novo inquérito foi aberto para investigar a motivação do crime.


Mais notícias