TV GC

Polícia prende homem em flagrante por pedofilia

Homem de 40 anos de idade foi detido na cidade de Cunha Porã

Cunha Porã - 09/01/2019 20:24 (atualizado em 09/01/2019 20:24)


Homem de 40 anos foi preso em flagrante Foto: Polícia Civil


A Polícia Civil, através da Delegacia de Polícia de Maravilha, recebeu denúncia anônima referente a um caso de pedofilia. Os Agentes de Polícia, do Setor de Investigação Criminal, passaram a realizar diligências a fim de apurar os fatos e identificar o suspeito.

Após a investigação inicial, foi possível colher indícios de materialidade que corroboraram com o teor da denúncia. Foi solicitada a busca e apreensão na residência de um homem, de 40 anos de idade, a qual recebeu parecer favorável do Ministério Público e deferimento pelo Poder Judiciário.

De posse da ordem judicial, nesta data (09), foi deflagrada operação policial  batizada  "HIDDEN",  em alusão a forma em que os criminosos cometem esse tipo de crime, agindo de forma oculta na internet. O cumprimento do Mandado de Busca e Apreensão foi realizado na residência do suspeito, localizada no bairro Bartz, na cidade de Cunha Porã, Santa Catarina.

Durante as buscas os Policiais Civis localizaram diversos arquivos (filmes, vídeos e imagens) com cenas pornográficas envolvendo crianças e adolescentes de diversas idades. Na ocasião o homem confirmou que todo o conteúdo era de sua propriedade.

Os Agentes apreenderam diversos equipamentos eletrônicos, tais como computadores, notebooks, celulares e diversos objetos de armazenagem externa.

Diante das circunstâncias, o homem foi preso em flagrante delito pelo crime tipificado no Artigo 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/90), crime que prevê fiança, sendo arbitrada no valor de R$ 8.000,00 (oito mil reais), a qual não  foi paga, motivo pelo qual o preso foi encaminhado à Unidade Prisional Avançada de Maravilha, estando à disposição da Justiça.

A Operação contou com apoio de Policiais Civis da Delegacia de Polícia Civil de Pinhalzinho.

Alerta

A Polícia Civil orienta que os pais precisam ficar atentos. As crianças e adolescentes estão entre os usuários mais atuantes na internet, por isso os responsáveis precisam orientar os filhos e acompanhar todas as movimentações.

Segundo a Polícia Civil, com dados da União Internacional de Telecomunicações (UIT), órgão ligado à ONU (Organização das Nações Unidas), uma em cada cinco crianças que navegam na internet são assediadas por pedófilos.

Três de cada quatro crianças estão dispostas a compartilhar informações pessoais na internet, o que transforma a internet num campo fértil para os criminosos.

Colabore com a Polícia Civil. Denuncie. Disque 181 ou WhatsApp (49) 98802-9917. Não é necessária a identificação.


Fonte: Polícia Civil

Mais notícias