TV GC

SOBRE SER MÃE!

Feminíssima - 10/05/2019 15:51

  • Ser mãe é um traço invisível, que nutre, ama, educa e liberta.
  • Ser mãe é uma aventura triunfante, mas cheia de altos e baixos. É saber que não é tudo um conto de fadas, mesmo com tanto amor. 
  • É acolher com sabedoria as dores, os medos e as mudanças que são inevitáveis no processo da maternidade.
  • Ser mãe é seguir o turno de 24 horas, 7 dias por semana e mesmo cansada, ainda ter forças para sorrir quando seu olhar encontra o olhar do filho amado.
  • É estar acordada quando o resto do mundo dorme. É amamentar na madrugada e ver as luzes das janelas se apagando, até que só reste a sua.
  • Ser mãe é compreender que os filhos não são cópias dos pais: e sim criaturas divinas, livres, com traços próprios e necessidades únicas, as quais devem ser guiadas pelo melhor caminho.
  • É aceitar que não se trata de ser uma mãe perfeita, trata-se simplesmente de “ser mãe”, de estar presente.
  • Ser mãe é um contexto que modifica completamente a vida de uma mulher a tornando plena de sentimentos.
  • É criar um novo e grande sentido para a vida.
  • Ser mãe é uma benção que desperta o melhor em você.
  • É o exercício diário da paciência, do perdão, da gratidão e do amor pleno pelo filho.
  • Ser mãe é querer que o filho se arraste, engatinhe e finalmente consiga andar. E quando ele aprender a correr, sentir saudades do bebezinho que ficava o dia todo em seu colo.
  • É ter imensa vontade de chorar ao ver o filho doente e, mesmo assim, conter toda preocupação para num sorrir lhe trazer segurança.
  • Ser mãe é ouvir do filho as mesmas palavras que lhe ensinou. E perceber que não basta falar, é preciso ser o exemplo.
  • É sentir aquela mãozinha tão pequena e tão forte, que segura seu dedo como que querendo dizer: “ei, estou aqui, agora você não está sozinha!”.
  • Ser mãe não é ser “mulher maravilha” com um cinturão cheio de superpoderes e ter todas as respostas em mãos, mas sempre buscar o melhor possível para seu filho.
  • Ser mãe é viver as alegrias e os sofrimentos que uma maternidade representa, unidas à fé, à esperança, ao amor-doação. É saber criar seus filhos e saber gerá-los para a vida.
  • É encontrar todos os dias o motivo para acordar e agradecer.

“Ser mãe, é sorrir quando o coração chora. É lutar quando não há mais forças. É amar independente de tudo e todos. É se doar sem se arrepender. É virar criança, adolescente. É alcançar a maturidade e regredir novamente. Ser mãe é criar, cuidar, acolher e amar...”

Aline Pinheiro.

Texto de: Franciele de Almeida Innig. Fisioterapeuta Pediátrica e Mãe.

Queridas e amadas mamães:

Almeci Crestani - super mãe e mulher admirável

Eu e minha mãezinha amada! Jurema Douglosz

A linda mamãe Luana Dangui Foppa

A linda e doce Daiane Antoniolli

Mais notícias