TV GC

Feliz Dia das Mães

Papo de Mulher - 10/05/2019 16:17

O texto abaixo li no blog Maternidade Simples, e tem muito a ver com as mamães que eu destaco nesta edição de minha coluna, e embora eu não seja mãe ainda, tenho a maior admiração por essas mulheres lindas e supermamães. Em nome delas, a minha homenagem de hoje, vai para todas as mães do Brasil, em especial a Minha, que eu amo incondicionalmente! 

Ninguém disse que seria fácil, mas ser mãe é bom demais!

Tem dias que o bicho pega. O bebê chora. Não dorme. Filho mais velho desobedece. Vai mal na escola.

Tem dias que tem mais comida no chão do que na barriga. E mais “não” do que abraços.

Tem dias que a gente não coloca maquiagem, não arruma a cama… Na verdade, nem escova os dentes.

Tem dias que nosso maior desejo é a nossa cama ou um banho.

Tem dias que a gente pensa que está fazendo tudo errado. Tem dias que a gente tem certeza.

Mas a verdade é que ser mãe é bom demais!

Porque só quem é mãe sabe como é se sentir amada quando apenas o seu colo acalma o bebê. Por mais cansada que estejamos, tem dias que dá uma sensação indescritível de superpoder.

Porque só quem é mãe sabe como é receber um abraço e um pedido de desculpas depois de uma crise de birra e desobediência. Passar pela tempestade cansa, mas ouvir um “eu não quero te desobedecer” é impagável.

Porque só quem é mãe sabe o que é ser resiliente. Usar cada dificuldade para se superar. Usar cada comida no chão para melhorar a próxima receita. E cada “não” para aprender uma nova forma de se comunicar e educar.

Porque só quem é mãe sabe o valor de 8, 6, 5 horas de sono. E apesar das muitas madrugadas em claro, quem é mãe sabe o sentimento de satisfação ao colocar o bebê no berço ou o filho na cama e voltar para o seu quarto sabendo que acolheu e amou o seu bem mais precioso quando ele precisava.

Porque só quem é mãe entende que realmente a alegria deixa o rosto bonito e vale mais do que uma casa arrumada.Porque só quem é mãe aprende a lidar com as cobranças internas e externas e entende que está fazendo um bom trabalho quando ouve “mamãe, você é a melhor mãe do mundo”!

Não, eu não vivo num mar de rosas. Eu tenho sono, fico estressada, às vezes eu perco o controle e grito. Sinto falta de um tempo para mim e me cobro constantemente. Mas tenho aprendido que a vida é muito curta para perder momentos preciosos por coisas de pouca importância. Para o chão, tem pano; para o sono, café; para a roupa, sabão em pó; para as notas, livros de estudo. Tudo isso vai passar e que lembranças ficarão?

Mamãe Carol e a pequena Alicia

Mamãe Linda e seus amados Henry, Leonardo, Eduarda e Bruno

Mamãe Gabi e seus lindos meninos, Valentin e Joaquim

Mamãe Cle e a linda Gabi

Mamãe Su e o espero Pedro Emilio

Mais notícias