TV GC

CONTAR TUDO PARA A PESSOA AMADA

Familiaridades - 07/06/2019 14:06

Muitas discussões conjugais ocorrem devido a “uma certa infidelidade” sentida pelo cônjuge; você não me contou isso? Principalmente quando a pessoa comenta com amigos e/ou familiares, algo que este cônjuge toma por surpresa no momento da conversa. 

A grande maioria dos casais acredita que a melhor forma de manter uma relação é manter algum mistério. É uma crença, mas nem sempre pode ser real. Um segredo no casamento, por exemplo, pode promover certas emoções e tensões capazes de afastar o parceiro/a de forma natural, perceptiva ou até inconscientemente. 

Os casais que nutrem a sua individualidade e cultivam os interesses no projeto conjugal e familiar, são os mais felizes.

Entretanto, essa atitude está bem distante de uma possível ocultação proposital do quer que seja. Somos pessoas únicas, não somos donos nem servos do outro numa vida a dois. Mantemos inúmeras atividades profissionais, pessoais, sociais e até pensamentos íntimos, indiferente ao comportamento do companheiro/a, no entanto devemos manter o foco naquilo que nos propusemos que é uma vida menos individual e mais em grupo (conjugal e/ou familiar). E essa vida no plural dá realmente algum trabalho, pois, as miríades de coisas que planejamos para uma vida de “solteiro/a” dentro casamento, não funcionarão como nos preparamos na fase anterior ou mesmo, para quem vive nessa situação há anos. 

Quando conseguimos nos revelar exatamente como somos, quando nos vulnerabilizamos e quando nos percebemos que a outra pessoa está na mesma intensidade que nós e se importa com aquilo que vivemos, nossa intimidade emocional aumenta e nos potência a probabilidade de corremos “riscos” que promovam o nosso desejo de estar junto, viver e amar e estar com esta pessoa.

Mais notícias