TV GC

Fazer Terapia Quando? Por quê?

Parte I

Familiaridades - 16/08/2019 14:03

São vários os motivos que podem nos levar à TERAPIA. Quando em nossa vida as coisas parecem não se encaixar. Ao perdermos alguma coisa ou alguém importante para nos. 

Por ex., quando você se torna íntima em um relacionamento, o amor aumenta. Como resultado, sentimentos mais dolorosos, profundos que estavam guardados, mas que precisarão ser curados virão à tona. Por estar amando você se sente mais confiante, assim ficamos confusos quando esses sentimentos, normalmente represados, vêm à tona. Para cura-los, precisamos compartilha-los com outra pessoa, mas estamos com medo ou vergonha demais para revelar o que estamos sentindo. Nesses momentos, sem nenhuma razão aparente, nos sentimos deprimidos, tristes, distantes, mais isso mostra os sintomas que vieram à tona e foram bloqueados. Nesse momento mostramos aspectos de nossa personalidade que às vezes escondemos de nós mesmos, o que costumávamos ser (máscaras), começam a ser percebidas, e concluímos, desde muito cedo, aprender a ser determinadas formas para conseguir o amor do outro. 

Tentamos reprimir os sentimentos, emoções e com isso baixamos nossa auto-estima, e quando nos sentimos seguros do amor do outro, começamos a nos mostrar. 

Nossas máscaras também começam a nos mostrar muito dos nossos bloqueios, quando repetidos acontecimentos amorosos começam a nos acontecer. Isto é, cometemos sempre as mesmas atitudes e consequentemente baixamos o nosso amor-próprio, julgando que não somos merecedores do amor. 

Se for no campo do trabalho aspecto semelhante pode correr, damos um poder ao outro nos deixar mal, sentimentos profundos vêm à tona, projetamos esses sentimentos no outro, no chefe, no colega, etc.

Se, já não nos conseguíamos, sentimos seguros para expressar esses sentimentos para nossos pais ou amigos, não teremos coragem de expressar esses sentimentos na presença do atual relacionamento, ou chefe, portanto, esses sentimentos serão novamente bloqueados e isso nos torna cada vez mais insensíveis. É nesse momento que ter um aconselhamento é muito útil, quando você está com alguém em que não esteja projetando seus medos, você poderá processar sentimentos que estão se abrindo. 

Estar com alguém, que possa nos ouvir ajuda-nos a elaborar os sentimentos e encontrar uma saída para assuntos, que julgamos sem solução.

Mais notícias