TV GC

Demora na emissão de licenças ambientais é tema de Audiência

Plínio enfatizou também a indignação e inconformismo da região da Ameosc, sobre a demora nas liberações das licenças

São José do Cedro - 07/09/2019 10:16 (atualizado em 07/09/2019 11:16)


Ascom Prefeitura


A dificuldade em emitir uma licença ambiental junto ao Instituto do Meio Ambiente (IMA) é reclamação recorrente de empresários e agricultores, especialmente no Oeste Catarinense. Com o intuito de discutir a situação, apresentar a realidade vivida e buscar uma solução para o caso, aconteceu na última segunda-feira, 02, em Chapecó uma audiência pública, para tratar sobre o tema.

 

A audiência foi convocada pelo deputado estadual, Altair Silva, com o intuito de auxiliar os municípios a ter uma resposta quanto a demora na emissão das licenças pelo IMA. “O momento é para encontrar uma solução que viabilize o nosso produtor e os empresário a continuar trabalhando e investindo no município onde reside”, comentou Altair.


Já o Deputado Mauro de Nadal, enfatizou que o estado está muito lento para atender ao agricultor e ao empresário. Segundo ele, é tarefa dos representantes da sociedade trabalhar para encontrar uma forma de facilitar o dia a dia do cidadão.


O prefeito de São José do Cedro cobrou agilidade do IMA. “Anos antes quando não havia o IMA na nossa região havia muito mais agilidade. Hoje nós deveríamos estar comemorando os resultados da agilidade e prontidão na liberação das licenças, no entanto precisamos estar aqui reunidos para pedir por favor que deixem nossos produtores e empresários do município trabalhar”.


Plínio enfatizou também a indignação e inconformismo da região da Ameosc, sobre a demora nas liberações das licenças, “Estou aqui representando os 19 municípios da Ameosc, é só o que queremos é celeridade”.


A empresária de São José do Cedro, Joana Anzolin, fez parte da comitiva que se deslocou até Chapecó para participar da audiência, e em sua fala deu destaque à demora na emissão de licenças ambientais o que acaba prejudicando toda a região, “Hoje em dia mesmo com os processos digitais a demora é muito grande, e isso dificulta e em alguns casos impede o giro da economia”.


Várias lideranças dos municípios do oeste e extremo oeste catarinense estiveram participando da audiência, que teve como principal objetivo levar ao conhecimento do Presidente o Instituto do Meio Ambiente – IMA, Valdez Rodrigo Venâncio, a indignação dos municípios com a morosidade na emissão de licenças pelo órgão.

Fonte: TV GC

Mais notícias