TV GC

Vamos falar da importância da terapia ocupacional

Feminíssima - 17/01/2020 14:23

A Integração Sensorial é um processo neurobiológico que promove a capacidade de processar, organizar, interpretar sensações e responder de maneira apropriada ao ambiente.

Sendo assim, no período gestacional os sentidos vão se apurando, permitindo a reação do bebê a estímulos externos que chegarão através do útero. Pesquisa aborda que a partir do 3º mês até o 4º mês, o cérebro irá captar as primeiras sensações através do tato. A partir daí, o feto reage a alguns estímulos, tais como : temperatura, dor e pressão. Quando o abdome é apertado, o feto se agita e até chuta o abdome da mãe. Sendo assim o bebê estará exercitando outros sentidos, como o olfato, paladar, ao captar os odores e gostos que chegam pelo líquido amniótico que banha constantemente seu nariz e boca.

No 5º mês, as pálpebras começam a abrir e fechar. Os especialistas acreditam que até no útero, o bebê enxergue alguma luminosidade através das paredes abdominais da mãe, pois se constata que seu batimento cardíaco acelera quando uma luz aproxima da barriga da gestante.

No 2º mês ao 8º mês, ocorre completamente o ouvido do bebê (audição). Estudos abordam que mais precisamente no 7º mês já está totalmente desenvolvido. Neste período, o cérebro começa a interpretar os sons. Apesar desse intervalo, o bebê irá reagir diferentemente aos sons. Os fortes, por exemplo, faz com que o bebê movimente seus olhos e seu corpo sobressalte, mas sons ritmados e contínuos acalmam as batidas de seu coração. Segundo especialistas, no 9º mês a criança já é capaz de diferenciar vozes masculinas e femininas. Quando houve a voz da mãe se tranquiliza.


A maioria dos cientistas não duvida que ao nascer a criança “traz” memória da vida intra-uterina. São realizadas pesquisas desde 1930. Mas até agora sabe-se que a principal função dessa memória é de facilitar o aprendizado do recém-nascido.

No útero. O bebê irá “arquivar” lembranças principalmente de sons e gostos. Com determinadas músicas, os movimentos do bebê se altera, e em alguns casos os recém-nascidos relutam em aceitar o leite materno, pois teoricamente o sabor e o odor do leite são semelhantes aos do líquido amniótico, e geralmente as mães alteram a dieta pouco antes ou logo depois do parto. Com essa mudança, eles se alteram, deixando de serem familiares ao bebê.

No sexto mês o bebê realiza movimentos ativando o sistema proprioceptivo realizando a "Dança do Ventre".

O papel do terapeuta ocupacional é essencial para realizar a intervenção da integração sensorial devido ser a área habilitada para estimular adequadamente. Sendo que o profissional deve ter formação na área de integração sensorial.


Fala da Psicóloga:

Na semana passada escrevi sobre recomeçar essa semana vou escrever um pouquinho sobre ressentimentos, vamos refletir sobre ressentimentos. 

Quais são os seus ressentimentos? O que você precisou deixar para trás  aí longo da sua vida e  que lhe  gerou ressentimentos? 

Você sabia que o ressentimento é o excesso de memória de situações que marcaram sua vida.

O que você acha que o ressentimento pode causar? A maior característica é amargura, e esse sentimento sempre vem acompanhado da mágoa, raiva e inveja. Isso faz você pensar que você tem ressentimentos? Se você se identificou vou fazer a seguinte pergunta para que responda a si mesmo. Qual é a função do ressentimento na sua vida?

Vou descrever o que é o ressentimento ao olhar da psicologia: o ressentimento é ação de ressentir, de sentir de novo ou sentir repetidamente as ações negativas que foram provocadas a partir de uma atitude que é recebida pela pessoa ressentida.

Ressentimento faz a pessoa estagnar, mude sua forma de ver as memórias, as perdas e o passado é no aqui e agora que você precisa estar.

Daniela Brugnerotto

Psicóloga CRP/ 12 09871

Mais notícias