TV GC

Chapecoense empata em Tubarão e vai para Chapecó em vantagem

Chapecoense encarou o Hercílio Luz, em Tubarão, onde os times não saíram do zero; time de Chapecó faz o jogo da volta, na Arena Condá, onde poderá jogar pelo empate

Esporte - 25/04/2021 19:13


Em jogo que abriu a fase quartas de final do Catarinense 2021, Hercílio Luz e Chapecoense empataram sem gols, em Tubarão, na tarde deste domingo (25). Apesar do placar em branco, ao menos dois pênaltis foram sonegados pela arbitragem e outros vários lances fizeram dos goleiros os melhores da partida.

Na próxima quarta-feira (28) as duas equipes voltam a duela, dessa vez em Chapecó, a partir das 21h30. A Chapecoense, por ter melhor campanha, tem a vantagem de jogar pelo empate para passar às semifinais.

O vencedor do duelo pega o campeão do encontro entre Marcílio Dias x Juventus que jogam na noite deste domingo, em Itajaí. A volta igualmente é na quarta-feira, em Jaraguá do Sul, onde o Moleque Travesso também joga pela vantagem do empate.

O jogo

O duelo não foi um primor tecnicamente. O gramado do estádio Aníbal Costa, bastante prejudicado – ou, como preferirem, aquém da qualidade mínima para um jogo mais jogado no chão – acabou influenciando no andamento da partida.

Se interferiu no que diz respeito a questão técnica, não foi motivo para tirar o ânimo dos atletas que buscaram o gol, pelo menos, na maior parte do tempo.

A segunda etapa, por exemplo, foi bastante movimentada. O goleiro Keiller, da Chapecoense, operou pelo menos duas grandes defesas. Um lance chamou a atenção: aos 14′ o atacante Wellington recebeu em condições de marcar o gol, sem goleiro, mas acabou traído pelo quique da bola. Lance inacreditável protagonizado pelo jogador do time da casa.

Pelo lado da Chape há uma reclamação de penalidade máxima. Depois da bola alçada na área o defensor do time da casa abriu o braço e impediu a passagem da bola que se ofereceria para o atleta da Condá, em condições de marcar o gol.

A arbitragem, no entanto, ignorou o lance e as reclamações. O lateral da Chapecoense ainda acertou uma bola na trave, pouco depois desse lance. Mas foi só. Ficou tudo para próxima quarta-feira.

Ficha técnica

Hercílio Luz: Otávio; Lucas Veber, Negretti, Edueardo Meurer e Rafael Rosa; Jhonata, Wellington (PH), Renato, Renato Henrique (Lucas dos Anjos); Levi (Marlon) e Garraty. Técnico: Tom Soares.

Chapecoense: Keiller; Ezequiel, Laércio, Derlan e Busanello; Anderson Leite (Léo Gomes), Alan Santos, Ravanelli (Lima); Mike (Fabinho), Geuvânio (Fernandinho) e Perotti. Técnico: Mozart.

Arbitragem: Luiz Augusto Silveira Tisne; auxiliado por Alexandre de Medeiros Lodetti e Ellen Carolini.

Fonte: ND+
Envie suas sugestões de pauta para a redação
WhatsApp Business TVGC (49) 99936 0092

Mais notícias