TV GC

Plenário aprova PL de Marlene sobre doação de bicicletas apreendidas

A parlamentar explica que "o objetivo é beneficiar pessoas com deficiência a partir da transformação dos equipamentos em cadeiras de rodas, triciclos ou outros objetos úteis à mobilidade"

Estado - 04/06/2021 15:55


Deputada Marlene Fengler


Aprovado na sessão desta terça-feira (1º) o PL 226/2020, de autoria da deputada Marlene Fengler (PSD), que propõe a doação de bicicletas apreendidas por atos administrativos ou policiais para instituições beneficentes. A parlamentar explica que "o objetivo é beneficiar pessoas com deficiência a partir da transformação dos equipamentos em cadeiras de rodas, triciclos ou outros objetos úteis à mobilidade".

Ao defender a aprovação do texto apresentado no final de junho do ano passado, Marlene homenageou o ex-presidente da Associação Florianopolitana de Deficientes Físicos, José Roberto Leal, o Zezinho da Aflodef, morto em fevereiro deste ano após sofrer parada cardíaca, lembrando que ele sugeriu a ela a apresentação da matéria.

O texto traz a ressalva de que as doações somente poderão ser efetivadas após cumpridas as formalidades legais e alerta para a proibição de comercialização das bikes, bem como das respectivas peças e acessórios usados e recondicionados e que as entidades beneficentes que receberem as doações deverão comprovar a efetiva produção e doação.

Nas justificativas para apresentação e aprovação do texto, a deputada Marlene observa que o número de bicicletas em circulação nas ruas, principalmente, nas áreas urbanas, vem aumentando progressivamente, também em face do aumento de ciclovias. E justamente por ser um meio de fácil locomoção, mesmo em vias de trânsito intenso, o objeto tem servido a ações ilícitas, o que tem provocado aumento do número de bicicletas apreendidas pelas guardas civis municipais e até pela polícia militar.

Atualmente, Santa Catarina ocupa a sétima posição nacional em roubo de bicicletas, de acordo com cadastro nacional. Por consequência, acumulam-se cada vez mais bicicletas em pátios e locais de armazenagem legal, que podem atrair insetos e consequente proliferação de doenças. Na opinião da deputada, a correta destinação das apreensões poderá ser útil a toda a sociedade e não apenas às pessoas com deficiência. 


Fonte: Ascom
Envie suas sugestões de pauta para a redação
WhatsApp Business TVGC (49) 99936 0092

Mais notícias

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.