TV GC

Marcos Vieira cobra agilidade na construção de linhas de transmissão

O deputado estadual defendeu antecipar os prazos para a construção de linhas de transmissão secundárias para evitar outros incidentes

Região - 10/06/2021 16:22



O apagão que deixou Caçador quatro dias sem energia elétrica e gerou um prejuízo de R$ 500 milhões foi debatido em uma reunião nesta segunda-feira na sede da Celesc. O deputado estadual Marcos Vieira defendeu antecipar os prazos para a construção de linhas de transmissão secundárias para evitar outros incidentes.

Com a participação do governador do Estado Carlos Moisés, do Presidente da Celesc, Cleicio Poleto, do Presidente da Fiesc, Mario Cezar de Aguiar, o primeiro vice-presidente da federação, Gilberto Seleme, o presidente da Associação Empresarial de Caçador (Acic), Jovelci Gomes, e o deputado estadual Valdir Cobalchini, além de prefeitos, empresários e lideranças de outras instituições da região, o encontro serviu para que as lideranças pudessem externar a fragilidade do sistema elétrico do Meio-Oeste. “Infelizmente Caçador é considerado fim de linha para a transmissão de energia elétrica, mas isso tem que mudar. Caçador está entre as seis maiores economias do Estado, exporta muito e tem empresas de nível mundial, além disso precisamos ter um estudo para que outras regiões que sofram com o mesmo problema também tenham o seu Plano B”, avalia Marcos Vieira.

Após o encontro foi anunciado que os esforços vão ser concentrados na construção de uma linha chamada de redundância, que vai suprir as necessidades de Caçador, Fraiburgo e Videira.

Fonte: Agência Alesc
Envie suas sugestões de pauta para a redação
WhatsApp Business TVGC (49) 99936 0092

Mais notícias

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.