TV GC

Brasil goleia Uruguai com show de Neymar e Raphinha e fica muito perto da vaga na Copa

Agora com um ambiente positivo, a seleção voltará a campo em novembro. No dia 11, recebe a Colômbia. No dia 16, visita a Argentina.

Esporte - 15/10/2021 09:11


Jogadores festejam o quarto gol sobre o Uruguai, em Manaus Foto: Ricardo Moraes/Reuters



Nada como um dia após o outro. Ou uma rodada após a outra. Após deixar uma péssima impressão no empate sem gols com a Colômbia, no último domingo, a seleção deu a volta por cima com um passeio sobre o Uruguai, pelas Eliminatórias da Copa de 2022. É bem verdade que o adversário teve uma atuação muito aquém do esperado e deu todo o espaço para o Brasil jogar. Mas a goleada por 4 a 1 não encantou só pelo placar, mas pela postura da equipe.


De quebra, o triunfo praticamente confirmou o Brasil no Mundial do Qatar. Líder com folgas na tabela, a seleção chegou aos 31 pontos. Embora ainda não esteja matematicamente classificada, atingiu uma pontuação que, desde que as Eliminatórias são disputadas no formato atual, sempre garantiu uma vaga entre os quatro primeiros.


PUBLICIDADE


E não poderia haver rodada melhor para o Brasil atingir este feito. Foi o primeiro jogo da seleção no país com venda de ingressos (foram mais de 12 mil presentes). A última vez havia sido na final da Copa América de 2019, no Maracanã, contra o Peru.


E não faltou festa para os jogadores. Sempre que tocou na bola, Neymar foi ovacionado pelo público. Uma gritaria normalmente direcionada aos astros da música. Gabigol também foi muito ovacionado. Enquanto não entrou em campo, o atacante do Flamengo teve o nome pedido aos gritos.


E todo esse carinho foi correspondido. Foi uma equipe de muita movimentação. Ao contrário do habitual, não foi só Neymar quem teve liberdade para flutuar pelo campo. Paquetá, Fred e Raphinha também se destacaram pela movimentação. Este último, por sinal, foi um personagem à parte. Além de iniciar a jogada do gol de Neymar, marcou dois — seus primeiros com a Amarelinha.


Suárez descontou de falta para os uruguaios. E coube a Gabigol completar a goleada. Por sinal, fazendo de cabeça, algo que lhe tem sido cobrado por Renato Gaúcho no Flamengo.


Agora com um ambiente positivo, a seleção voltará a campo em novembro. No dia 11, recebe a Colômbia. No dia 16, visita a Argentina.


Fonte: Extra
Envie suas sugestões de pauta para a redação
WhatsApp Business TVGC (49) 99936 0092

Mais notícias

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.