TV GC

Museu Ruy Arcádio Luchesi recebe exposição de artes visuais e fotografias

Obras podem ser visitadas em horário comercial até o dia 29 de outubro

Cultura - 21/10/2021 14:30 (atualizado em 29/10/2021 14:13)
Carregando Vídeo

Foto: Leonardo Gallina/Tv GC


Acontece no museu Ruy Arcádio Luchesi de São Miguel do Oeste uma exposição de artes visuais que retrata a realidade do interior do Oeste Catarinense. São fotos, colagens adesivos e pinturas em telas feitas por artistas de Chapecó, e a exposição ocorre até o dia 29 de outubro, podendo ser visitada de segunda a sexta-feira, em horário comercial. 

Conforme a secretária adjunta da Secretaria Municipal de Cultura, Lazer e Turismo, Islona Medeiros, esta exposição foi contemplada pelo edital da Lei Elisabet Anderle, por meio da  Associação dos Artistas Visuais da região Oeste de Santa Catarina (Adentro), e ocorre em diversos museus da região do Oeste e Extremo Oeste. 

O objetivo é fazer com que a arte seja promovida e circule não somente nas cidades grandes, mas também no interior. São sete artistas que fazem parte desta exposição. "Convido a população migueloestina e região para visitar o nosso museu não somente nesta exposição mas em seu acervo riquíssimo de história", afirma Islona

Conforme a secretária adjunta, as obras retratam as vivências em comunidade, o jogo de baralho, o trabalho na agricultura, costumes, muitas histórias de um passado que foram esquecidas pelas vivências urbanas. "Esta arte traz um olhar, um brilho, e a gente precisa enriquecer esta cultura, e é o que eles fizeram para nós. Ficamos muito felizes de receber este pessoal", afirma.    

Sobre o coletivo

O coletivo de artistas Adentro nasceu no ano de 2010, idealizado e levado adiante pela artista visual Sonia Loren, com o objetivo de qualificar e profissionalizar os artistas associados e também a comunidade de Chapecó e região, na medida que promove e incentiva a reflexão no campo das artes, além de difundir e fomentar novas propostas, pesquisas, exposições e o movimento do segmento artístico no município e na região oeste de Santa Catarina.

Desde a sua formação, apresentou propostas expositivas com o coletivo no MAB (Blumenau/SC), MAJ (Joinville/SC) e nas galerias do Sesc em Jaraguá do Sul/SC e São Bento do Sul/SC, além de trabalhos e pesquisas pontuais com   o projeto “Tramas Curatoriais: Adentro em Dobro”, onde os artistas do coletivo orientaram jovens artistas adolescentes na descoberta de suas linguagens e poéticas.

Há algum tempo a Adentro vem levantando os questionamentos do alcance e envolvimento da comunidade e ocupação da produção artísticas na região em que está sediada, nesse caminho, o projeto chamado “Entre pontes e pinguelas” foi selecionado pelo Edital Municipal de Fomento e Circulação das Linguagens Artísticas de Chapecó 2015, onde criou-se micro-residências e registros poéticos em comunidades rurais de Chapecó/SC, utilizando a interação com estas comunidades como ferramenta para a difusão das artes visuais, formação de público, resgate de fazeres e saberes e incentivo à produção artística, culminando na publicação de um livro registro e uma reflexão sobre o trânsito das artes visuais entre o centro urbano e a zona rural das cidades. Estas vivências e imersões aconteceram em três comunidades interioranas, dentro do próprio município.

Como desdobramento e ampliação do alcance das micro-residências, no ano de 2018 a Adentro recebeu o Prêmio Funarte de Artes Visuais - Periferias e Interiores com o projeto “Entre pontes e pinguelas: estrada adentro mundo afora”, podendo dar continuidade à proposta de interação com o fazer artístico dos moradores de quatro comunidades diferentes das já trabalhadas no projeto anterior. O resultado deste último processo culmina na exposição “Adentro: das pontes ao estreitamento das pinguelas e das relações”, onde os sete artistas envolvidos propõem suas obras a partir das reflexões e experiências com os moradores daquelas localidades. Representadas arquetipicamente como pinguelas o processo partiu do estreitamento com as pontes, uma referência ao concreto da cidade, nesse projeto tem por intenção estreitar as relações com outros municípios ampliando e contribuindo com a reflexão da produção em Arte Visual nos pequenos centros ou mesmo fora dos circuitos artísticos. Em 2019 a Adentro é contemplada pelo Edital Elisabete Anderle e leva a exposição e oficina de bordado coletivo para quatro cidades de SC ( Mondai, Seara, SMO e Caxambu do Sul).

Em 2020 a Adentro recebe o Prêmio de Reconhecimento por Trajetória Cultural pela Lei Aldir Blanc – 10 anos do coletivo.


Depois de São Miguel do Oeste a exposição “Das pontes ao estreitamento das pinguelas e relações” – tem arte aqui no interior e a oficina de bordado coletivo “Trama (me) o fio da história” segue para Caxambu do Sul.

Composição do grupo

Sonia Loren, natural de Chapecó, onde vive e trabalha, é artista visual, Bacharel em Artes Visuais e é Especialista em Cinema e Realização Áudio Visual pela Universidade Comunitária Regional de Chapecó, SC, Brasil. É fundadora e presidente da Adentro - Associação de Artistas Visuais da Região do Oeste de Santa Catarina, desde 2010.

Cezar Zanin, é artista visual, de Chapecó,  e desenvolve um trabalho em fotografia com os moradores homens das comunidades, no trabalho e no lazer.

 

Cristina Luviza, artista visual, de Chapecó, desenvolveu um trabalho de intervenção com escadas nas casas dos moradores das comunidades e depois impressas em fotografia.

 

Leonice Araldi, artista visual, de Chapecó, desenvolveu um trabalho de intervenção em árvores centenárias com fios de malha como referência as raízes. Impressas em fotografias e objeto.

 

Tânia  Stempkowski, artista autodidata, Chapecó, desenvolve um trabalho em pintura acrílica em tela a partir da ancestralidade e cultura das comunidades.

 

Luisela Pelizza, artista visual, Chapecó, desenvolve um trabalho em colagem manual e digital com interferência em bordado a partir das vivências nas comunidades.

 

Nathália Vieira, artista visual, Chapecó, desenvolve um trabalho em pintura acrílica em tela e fotografia, a partir das vivências de paisagens e moradores das comunidades.


Fonte: Simone Philipsen/TV GC
Envie suas sugestões de pauta para a redação
WhatsApp Business TVGC (49) 99936 0092

Mais notícias

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.