TV GC

Eclipse lunar desta sexta-feira (19) será o mais longo em quase 600 anos

O eclipse começa oficialmente às 4h19 da sexta-feira (horário de Brasília), quando a Lua entra na penumbra da Terra. Nesta região nosso planeta bloqueia parte, mas não toda, a luz do Sol, o que faz com que a Lua pareça menos brilhante do que de costume.

Geral - 18/11/2021 13:43


Eclipse lunar de maio de 2021, fotografado em Torres, no RS. Imagem: Gabriel Zaparolli


O eclipse lunar que vai ocorrer nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (19) será o mais longo dos últimos 580 anos, com uma duração total de 3 horas, 28 minutos e 3 segundos. E também será “quase” total, cobrindo 97,4% do disco da Lua em seu auge.


Infelizmente nós, brasileiros, não poderemos observar o espetáculo em toda sua duração, já que a Lua irá se pôr durante o fenômeno. O melhor ponto de observação é a região norte, no estado do Amazonas. Quanto mais ao sul do país, menos você irá ver.


O eclipse começa oficialmente às 4h19 da sexta-feira (horário de Brasília), quando a Lua entra na penumbra da Terra. Nesta região nosso planeta bloqueia parte, mas não toda, a luz do Sol, o que faz com que a Lua pareça menos brilhante do que de costume.


À medida que ela se move, entra na Umbra, a sombra do nosso planeta. É nesse momento que um pedaço dela parece “sumir” no céu. A Lua estará quase que totalmente imersa na sombra às 6h04. Mas, neste momento, ela já estará abaixo do horizonte. Em Brasília, por exemplo, ela irá se pôr às 5h33. Portanto, se você quiser ver alguma coisa, terá de acordar bem cedo.


A longa duração do eclipse se deve à mecânica orbital: no dia 19 a Lua estará quase que no ponto mais distante da Terra em sua órbita, chamado Apogeu, e também se movendo com a menor velocidade. Por isso, serão necessários mais de 100 minutos do momento do “primeiro contato” com a sombra da Terra (a entrada na Penumbra) até ela estar totalmente coberta.


Para observar um eclipse lunar, você não precisa de nenhum equipamento especial. Procure um local com uma boa visão do horizonte, já que a Lua estará bem “baixa”, e de preferência livre de poluição luminosa. Um bom par de binóculos, ou um telescópio, pode ajudar a observar os detalhes e, dado o horário, uma boa xícara de café é recomendada para aguçar os sentidos. Boas observações!


Fonte: Olhar Digital
Envie suas sugestões de pauta para a redação
WhatsApp Business TVGC (49) 99936 0092

Mais notícias

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.